Governo do Estado recebe doação de acervo do extinto Museu Matte Leão

Acervo Museu Mate Leão

Foi inaugurado no dia 15 de agosto de 2013 um memorial à indústria da erva-mate, no Museu Paranaense, em Curitiba, com exposição do acervo do antigo Museu do Matte Leão. Foi também assinado, entre a família Leão e a Secretaria de Estado da Cultura (SEEC), o termo de doação de quase mil peças do acervo do extinto museu.

O memorial é uma forma de homenagear as famílias que constituíram esta indústria de imenso significado para a história do Paraná.
As famílias Leão, Correia, Fontana, Macedo, Carneiro, entre outras, foram responsáveis pelo desenvolvimento econômico, social e cultural que permitiu a instalação da Província, em 1853, e seu crescimento em importância no cenário do país, ao tornar o segmento um expressivo produto de exportação. Graças à indústria do mate, o Paraná conseguiu sua emancipação de São Paulo, sua universidade, suas estradas ao litoral, portos e instituições culturais, como o Museu Paranaense.

Acervo Mate Leão

O acervo doado é composto de móveis, embalagens diversas, medalhas, fotos, quadros, livros, ferramentas, material de marketing da empresa, documentos e uma coleção de cuias e bombas de prata para chimarrão. “Esse acervo faz jus ao ramo industrial mais importante do Paraná nos séculos 19 e 20 e recebê-lo enaltece o museu não só por conta da riqueza histórica do material, mas também por podermos mostrar essa história para as próximas gerações”, diz Renato Carneiro, diretor do Museu Paranaense.

Acervo Mate Leão


Fonte: SEEC
Recomendar esta página via e-mail: