Notícias

18/01/2018

Anexo do Museu Paranaense passa por obras de revitalização

Anexo do Museu ParanaenseO Museu Paranaense (MP) iniciou nesta segunda quinzena de janeiro obras de revitalização no piso inferior do anexo do museu, local que abriga o circuito da exposição de longa duração “Ocupação do Território Paranaense”. Por motivos de segurança, esta seção ficará fechada para visitação pelos próximos 60 dias, prazo previsto para conclusão da reforma.

Observando a fachada do museu da Rua Ermelino de Leão é possível notar que o edifício termina em uma pirâmide de vidro. Esta estrutura apresentava rachaduras e, portanto, perigo estrutural. A Secretaria de Estado da Cultura (SEEC), responsável pelo museu, licitou as obras para troca integral dos vidros, substituindo-os por novos e mais adequados, com filtro UV e coloração fumê, que garantem mais proteção às obras históricas e de arte ali expostas.

“O Museu Paranaense é um importante equipamento cultural que conta a história do Paraná. Ano passado tivemos um número expressivo de visitantes e precisamos receber este público da melhor forma possível. Por isso realizaremos esta obra que trará melhorias para o espaço”, comentou o secretário de Estado da Cultura, João Luiz Fiani.

O diretor do Museu Paranaense, Renato Carneiro Jr., explica que a estrutura de suporte da pirâmide começou a apresentar problemas em meados do ano passado. “Esses problemas foram se agravando, com risco de desabamento em um determinado trecho. A SEEC, então, levantou recursos junto ao Governo do Estado, licitando a obra. Pedimos paciência aos nossos visitantes pelos inconvenientes da obra, mas ela é necessária e urgente, e trará grandes benefícios para este que é o terceiro museu mais antigo em funcionamento no Brasil”,

O anexo
Construído em 2002, quando o Museu Paranaense mudou-se para a sede da Rua Keller em frente às ruínas de São Francisco, o anexo é uma edificação de concreto, aço e vidro, em dois pisos, com cerca de 1.600 m2. Sua arquitetura contrasta com o prédio histórico de 1929, que já foi residência da família Garmatter, Palácio do Governo, Tribunal Regional Eleitoral e sede do Museu de Arte do Paraná, transferido para o Museu Oscar Niemeyer também em 2002, dando lugar ao Museu Paranaense.

O anexo abriga exposições que demonstram a presença humana no território paranaense há mais de 10 mil anos, testemunhos de povos indígenas do Paraná e do Brasil, das missões jesuíticas do século XVII no Norte e Oeste do Estado, aspectos da imigração para o Paraná e muitas outras exposições.

“Depois de concluída a obra, o circuito será remodelado, incluindo novas exposições, uma vez que teremos uma área bem protegida e mais adequada à visitação”, completa Renato.

Exposições em andamento
O Museu Paranaense está aberto à visitação de terça a sexta-feira, das 9h às 18h. Sábados, domingos e feriados, das 10h às 16h. A entrada é gratuita. Quem visitar o espaço poderá conferir as exposições: “Mestre Maé da Cuíca: Carnaval, Samba e Futebol”; “Porque o mundo nunca deve perder o seu afeto”, da Bienal de Curitiba; “Imigração no Paraná”; “Igrejas Ucranianas no Paraná”; “Memorial à Indústria da Erva-Mate”; “Moedas Romanas”; entre outras.

Fonte: SEEC

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.