Notícias

18/12/2018

Confira o funcionamento do Museu Paranaense nas próximas semanas

Os museus administrados pela Secretaria de Estado da Cultura do Paraná (SEEC) terão alterações no funcionamento ao público no período do Natal e Ano Novo. 

O Museu Paranaense (MP) fechará nos dias 24, 25, 31/12 e 01/01/2019. Já no período de 26 a 28/12, o MP funciona normalmente, mas em 29 e 30/12, atende em horário especial, das 10h às 16h. O museu reabre no dia 02/01/2019 com suas atividades normais.  Por lá, o público pode conhecer o novo circuito de longa duração do museu com seis exposições: Missões Jesuíticas e Paraná Espanhol; Festas Populares no Paraná (Folia de Reis, Carnaval, Bandeira do Divino, Congada da Lapa e Fandango do Litoral); Cultura Caiçara e a Fábrica de Farinha de Mandioca; Educação no Paraná; Conflitos Armados no Paraná e Conflitos pela Posse da Terra.

Novo circuito

O anexo, local que abriga as exposições, foi construído em 2002, quando o MP foi transferido para a sede da Rua Keller, em frente às ruínas de São Francisco, em Curitiba. O prédio é uma edificação de concreto, aço e vidro, em dois pisos, com cerca de 1.600 m². A arquitetura contrasta com o prédio histórico de 1929, que já foi residência da família Garmatter, Palácio do Governo, Tribunal Regional Eleitoral e sede do Museu de Arte do Paraná, transferido para o Museu Oscar Niemeyer também em 2002, dando lugar ao Museu Paranaense.


O Pavilhão da História do Paraná que fazia a “linha do tempo”, da pré-história ao início do século XX, foi modernizado e renovado ao longo do tempo. Mas para que todo o ambiente acompanhasse esta atualização, decidiu-se, então, que deveriam ser refeitas toda a expografia e museografia desta sala expositiva. As novas exposições contaram com curadoria coletiva, com a participação de professores universitários, membros da academia, e de movimentos sociais, numa curadoria coletiva.

Outras exposições

Além do novo circuito outras exposições estão em cartaz no Museu Paranaense como a  “Clubes Sociais Negros do Paraná” e “Ero Ere: Artistas Negras”. "Ero Ere" é um coletivo de artistas negras que trabalha com diferentes técnicas, a valorização da arte e do vínculo ideológico, afetivo e ancestral, que ela traz. As obras apresentadas nessa exposição são compostas por fotografias, pinturas em acrílico sobre tela, cerâmica, assemblage e instalação têxtil. Ao todo estarão expostas no MP, sete obras, uma de cada artista. O Ero Ere é composto pelas artistas Claudia Lara, Elis Brasil, Fernanda Castro, Kênia Cristina, Lana Furtado, Lourdes Duarte e Walkyria Novais.


Fonte: SEEC

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.