Naine Terena fala sobre o papel dos museus nos processos e reencontros com acervos e arte indígena
01/06/2022 - 14:47

Consultora do programa Curadoria Compartilhada com os bolsistas indígenas do Museu Paranaense, a artista e educadora Naine Terena de Jesus apresenta uma fala aberta ao público nesta sexta-feira (03/06), no MUPA. O encontro é gratuito e os quarenta lugares serão ocupados por ordem de chegada. Naine abordará a temática “O que podem os museus: processos e reencontros”, na qual irá compartilhar um pouco de sua vivência como curadora, artista e pesquisadora indígena.

O MUPA está dando início ao programa de Curadoria Compartilhada com os bolsistas selecionados Camila dos Santos (Kanhgág), Yva Ruiz (Tikuna) e Robson Delgado (Baré), que acontecerá até março de 2023. A consultoria de Naine, uma das mais importantes pesquisadoras da arte indígena do país, consiste no acompanhamento desse processo. Em um primeiro momento é feita a recepção dos estudantes. Naine está no MUPA durante esta semana para conhecer os projetos já realizados no museu com as populações indígenas – eles estiveram presentes em várias atividades do Programa Público realizado este ano. Naine também está conhecendo o acervo do museu com os participantes da curadoria. 

Depois dessa etapa, o acompanhamento será remoto em diálogo e troca constantes com a equipe do MUPA e com os artistas para a organização dos trabalhos e da exposição que irá concluir o projeto. Naine será a responsável pela redação do texto final dessa mostra. A expectativa é que na consultoria Naine compartilhe com o Museu Paranaense sua metodologia de trabalho, deixando mais um importante capítulo de entendimento sobre práticas colaborativas para o MUPA. 

Sobre Naine
Natural de Cuiabá (MT), Naine Terena é mestre em artes, doutora em educação e comunicóloga. Mulher do povo Terena, é também curadora, artista e educadora. É docente na especialização em gestão cultural – ampliação de repertórios do Instituto Itaú Cultural; pesquisadora do projeto DECAY, financiado pelo Riksbankens Jubileumsfond, e idealizadora da Mostra Etnomídia indígena. 

Serviço
Fala aberta “O que podem os museus: processos e reencontros”, com Naine Terena de Jesus
Museu Paranaense – Rua Kellers, 289
03 de junho (sexta-feira), às 16h
Entrada gratuita com distribuição dos 40 lugares por ordem de chegada. Não é necessário se inscrever para a atividade.

Últimas Notícias